Polícia Civil apresenta trio que assassinou vigilante da Adefal

Em menos de 48 horas do homicídio acusados foram detidos na Capital e no interior do Estado

coletiva2-2-696x374

A Polícia Civil (PC) apresentou na tarde desta segunda-feira (24), em entrevista coletiva na sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP),  três homens que foram presos por terem participado do assassinato do vigilante da Associação de Deficientes Físicos de Alagoas (Adefal), Fábio Flávio dos Santos.

Em menos de 48 horas a PC identificou e deteve: Fabiano Otávio dos Santos, de 30 anos, conhecido como “Zé dos Porcos”, Marcondes da Silva Paiva, 24 anos, “Toninho”, e Jônatas Edinaldo da Silva, o “Pel”, 21 anos.

Segundo o delegado Tiago Prado, titular da Delegacia Especializada de Roubos da Capital (Derc), que comandou as ações, “Zé dos Porcos” foi localizado no município de Atalaia, e Marcondes em Flexeiras.

Logo após o crime, as equipes de investigação da Derc e da Operação Policial Litorânea Integrada (Oplit) passaram a trabalhar no caso. Ainda na manhã do assassinato Jônatas foi localizado e detido na residência de parentes no bairro do Feitosa, em Maceió.

Câmeras de videomonitoramento da região, foram utilizadas nas investigações.

O delegado explicou que a moto utilizada durante o assassinato é de do “Zé dos Porcos”, e Jônatas emprestou a arma de fogo para o assalto, e o assassinato”.

O delegado disse ainda que Jônatas e o “Toninho” foram reconhecidos após suas imagens terem sido divulgadas a imprensa, em outro assalto ocorrido no Jacintinho. De acordo com o delegado eles  estavam praticando vários roubos na capital.

Depois de terem sido detidos, os três foram autuados por associação criminosa, e Fabiano e Marcondes por roubo majorado e latrocínio. Após as prisões ele foram conduzidos à Casa de Custódia da Polícia Civil onde estão à disposição da Justiça.

Em consulta ao sistema da PC, Sispol, foi constatado que Jônatas  já havia sido detido por policiais militares, com 290 gramas de maconha no bairro do Feitosa. Delito cometido em  31 de dezembro de 2014.

Ana Karina – Agência AL

24/10/16

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *