Palhaço suspeito de estupro em SC é preso em Belo Horizonte

Segundo PM, ele foi detido em escola após apresentação. Homem é suspeito de abuso contra dois adolescentes em Blumenau

palhaco

Um homem que trabalha como palhaço e é suspeito de estuprar dois adolescentes em Santa Catarina foi preso nesta sexta-feira (23) em Belo Horizonte, segundo a Polícia Militar.

Ele foi detido em uma escola na região Nordeste da capital mineira. Após se apresentar no colégio, a diretora pesquisou o nome dele na internet e descobriu as acusações contra o palhaço na cidade de Blumenau. Ela então acionou a PM.

De acordo com a corporação, após contato com a Justiça em Santa Catarina, um mandado de prisão contra o suspeito foi expedido. Ele disse aos militares que chegou a Belo Horizonte nesta semana e veio em busca de trabalho.

Em entrevista a RBS TV, nesta quarta-feira (21), o delegado Henrique Stodieck Neto, de Blumenau, contou que a denúncia foi feita no dia 16 deste mês. O palhaço teria abusado dos jovens de 12 e 13 anos por cerca de um mês, durante o período em que ficou hospedado na casa da família.

Palhaço suspeito de estupro em Santa Catarina é preso em Belo Horizonte.
Palhaço suspeito de estupro em Santa Catarina é preso em Belo Horizonte.

“A família é muito carente e a mãe teria ficado com pena da situação do palhaço. Ele começou indo almoçar, depois jantar, acabou pernoitando e com isso se passou um mês”, disse o delegado.

Segundo o policial, não foi possível comprovar os abusos com exames. “Não houve lesão”, disse Stodieck à RBS TV. “Pelos depoimentos dos adolescentes, a gente concluiu que os abusos ocorreram”, afirmou.

Em Belo Horizonte, o palhaço estava hospedado em um abrigo, também no bairro Concórdia. No local, mora uma criança de sete anos, que é estudante da escola onde ele havia se apresentado. Em Minas, ele não chegou a cometer abusos, conforme a PM.

Um veículo usado pelo palhaço foi apreendido. O suspeito foi encaminhado à Polícia Civil e deve ser transferido para Santa Catarina.

g1

23/09/16

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *