Obras dos Eixos Cepa e Quartel seguem avançando na capital

No Eixo Quartel, a equipe técnica da Setrand trabalha na drenagem do trecho de pista que cortará o 59º BIMtz; No Cepa, foi iniciada a implantação do asfalto
37efd7ed85920fe0db362f8cbe3430a5_l

O maceioense que enfrenta o congestionamento da Fernandes Lima todos os dias tem pressa para sair da lentidão. O Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado do Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand), trabalha para amenizar este gargalo, com a implantação dos eixos viários Cepa e Quartel, que servirão como alternativas ao maior corredor viário da capital.

As obras seguem avançando nos dois Eixos. No Cepa, um trecho de pista já está em andamento, com aproximadamente 100 metros de asfalto já implantados. A escavação e a concretagem do túnel que servirá de travessia para pedestres já estão concluídas. Serviços, como implantação de meio-fio, também estão sendo feitos.

No Eixo Quartel, a equipe técnica da Setrand trabalha na finalização da drenagem do trecho de pista que cortará o 59º Batalhão de Infantaria Motorizada (BIMtz) do Exército Brasileiro e também na rua coronel Lima Rocha, no Farol.

“As obras estão em andamento tanto no Eixo Quartel como no Cepa. As intervenções urbanas são realizadas pensando na segurança da população, com projetos que proporcionam maior mobilidade e segurança viária”, explica Alcides Tenório, secretário executivo de Transporte e Desenvolvimento Urbano.

Trajeto

 

O Eixo Cepa terá nove quilômetros de extensão, tendo início no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), na Gruta de Lourdes, estendendo-se até as ruas Frei Caneca e Luiz de Mascarenhas, no Farol, próximo à ladeira Teobaldo Barbosa.

 

Já o Eixo Quartel terá cerca de seis quilômetros de cumprimento, com início na Rua Marieta Lages, no bairro do Farol, próximo a Super Pizza, estendendo-se até a Rua Ranildo Cavalcante, na Gruta, por trás do Hospital do Açúcar, tornando-se uma nova alternativa de circulação viária no sentido Sul/Norte e Leste da região Metropolitana de Maceió.

 

Os dois eixos terão o formato de binários – duas vias paralelas, de mão única e sentido contrário – e irão servir como vias de escoamento do trânsito para a otimização do tráfego na área, uma medida que facilitará significativamente a vida e a rotina de quem depende da Fernandes Lima como principal via de acesso, permitindo com que a população possa escolher qualquer um deles para se conectar com as partes baixa e alta da cidade.

Thiago Tarelli – Agência AL

31/10/16

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *