Ministro Marx Beltrão garante carta branca para MTur modernizar o setor

O Ministério do Turismo sob o comando de Marx Beltrão (foto) deve ter uma das maiores participações no governo federal desde que a pasta ganhou nome próprio, em 2003. Na cerimônia de abertura do 28º Festuris, em Gramado (RS), o ministro garantiu ter carta branca do presidente Michel Temer para desenvolver o setor e fazer da pasta a maior geradora de empregos nesse novo governo.

Ministro do Turismo, Marx Beltrão
Ministro do Turismo, Marx Beltrão

“Quando fui nomeado para assumir o ministério, pedi ao presidente que me desse carta branca para trabalhar, e, juntamente com minha bancada, assumi o compromisso de gerar empregos e ter uma participação efetiva na gestão federal”, afirmou Beltrão para uma plateia cheia na Serra Gaúcha. “O Brasil hoje é um grande transatlântico encalhado em um açude, mas é nítido que nosso potencial é enorme. Cabe ao ministério galgar parcerias com secretarias estaduais e municipais, e sobretudo, com o empresariado, para encontrar o caminho correto. Temos 12 milhões de desempregados e nossa indústria pode ajudar a reverter essa situação.”

Além da mudança na política de vistos para Austrália, Estados Unidos, Canadá e Japão, Beltrão expos outros dois possíveis trunfos que farão sua gestão à frente do MTur se diferenciar das demais. “A concessão de parques públicos e a criação de áreas especiais de interesse turístico, com legislação tributária, fiscal e ambiental específicas para o setor”, afirmou o ministro. “Além disso, pretendo orientar o novo Plano Nacional do Turismo e modernizar a lei geral do setor.”

Aproveitando a presença do presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, Beltrão destacou a união entre o instituto e o ministério. “Estamos juntos para trabalhar de mãos dadas para que a Embratur possa trabalhar melhor na divulgação dos destinos turísticos do nosso país pelo mundo afora”, destacou o ministro.

Beltrão  exaltou a importância do Festuris e anunciando um dos projetos do MTur a serem lançados no evento. Teremos o Dicas para Atender Bem LGBT, um guia para orientar os prestadores de serviço para melhor atender esse público que representa 10% do volume de turistas do mundo e movimenta 15% do setor economicamente falando. Serão 19 mil exemplares impressos e também estará disponível on-line”.

Exemplo – Beltrão elogiou muito a gestão da cidade de Gramado e afirmou que o destino – que recebe 6 milhões de turistas por ano – é um exemplo a ser seguido em todo o país. “Como gestor público, eu nunca acreditei na reinvenção da roda. Bons exemplos existem para serem copiados e aprimorados. O sucesso de Gramado não é por acaso. Isso é fruto do esforço e da competência da gestão”, finalizou.

Colaboração : Rodrigo Vieira Panrotas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *