Mãe é acusada de matar o filho de 17 meses e mandar vídeos para o pai nos Estados Unidos

Mãe é acusada de matar o filho de 17 meses e mandar vídeos para o pai nos Estados Unidos

4nov2016-christian-clark-21-anos-foi-presa-acusada-de-matar-o-filho-andre-price-iii-de-17-meses-e-enviar-fotos-do-menino-morto-para-o-pai-o-caso-aconteceu-na-terca-feira-1-1478269031518_615x300

A norte-americana Christian Clark, de 21 anos, foi presa acusada de matar o próprio filho e enviar um vídeo da criança morta para o pai durante uma discussão nesta terça-feira (1). Além de Andre Price III, de 17 meses, a mãe foi acusada pela tentativa de assassinato da filha Angel, de dois anos, também filmada para o pai.

O caso aconteceu em McKeesport, no Estado da Pensilvânia. Christian conversava pelo celular com o pai das crianças, Andre Price Jr., quando começou a enviar mensagens agressivas. A jovem desconfiava que o namorado estava se relacionando com outra mulher.

Por volta das 21h, Christian enviou uma mensagem dizendo: “As crianças não estão seguras aqui e eu não as quero aqui”. Às 22h01, ela enviou: “Vou matá-las”. A partir daí começou a mandar fotos e vídeos dos filhos, incluindo uma com o garoto de bruços sobre um colchão de ar.

O primeiro vídeo, enviado às 22h14, mostra as duas crianças de bruços no colchão enquanto Christian diz, “Angel ainda está viva e transpirando, já o seu filho, por outro lado, nem respira”. Cinco minutos depois enviou um novo vídeo, desta vez com a menina chorando ao ser segurada pela cabeça. O garoto não respondeu ao ser agarrado da mesma forma, de acordo com os policiais responsáveis pelo caso.

Após ser detida pela polícia, Christian só confessou ter matado a criança por sufocamento após saber que as autoridades tiveram acesso ao telefone de Price Jr., repetindo uma confissão em vídeo feita ao pai das crianças.

bol

04/11/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *