Mãe de Nolito, do Man City, desabafa: ‘Vivo na miséria’

5f594e6e681fba1c020df95e2bb42f3a

O atacante espanhol Nolito chegou ao Manchester City, um dos clubes mais ricos do mundo, aos 30 anos, em 2016. Seu salário anual é nada menos do que 3,45 milhões de libras (R$ 13,6 milhões), mas ele não dedica nenhum centavo à sua mãe, Rocio Agudo Duran, de 46 anos, que cuida de dois irmãos gêmeos de apenas seis anos de idade.
“Não consigo mais pagar o aluguel da pensão. Meu filho vive como um rei enquanto eu sou forçada a viver nesta pensão”, disse Rocio para uma emissora de TV espanhola, revelando as condições precárias em que vive.

Porém, o motivo para Nolito não dar dinheiro à mãe remete ao passado. Quando Nolito nasceu, sua mãe era prostituta e viciada em heroína. Acabou presa e depois sumiu da vida do filho. Com isso, o jogador foi criado pelos avós.

Seu início de carreira no futebol na verdade aconteceu no futsal, em Sanlúcar de Barrameda, sua cidade-natal. Para ajudar no sustento dos avós, que já eram muito idosos, Nolito trabalhava num açougue enquanto jogava nas categorias de base e no profissional do Sanluqueño, seu primeiro clube, até os 20 anos.

 

Yahoo

08/11/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *