Funcionários de Unidade Básica de Saúde na Pitanguinha são ameaçados

Dezenas de profissionais estão inseguros e cobram providências urgentes

242632_ext_arquivo

Os funcionários da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) lotados na Unidade Básica de Saúde (UBS) da Pitanguinha, no bairro de mesmo nome, em Maceió, alegam que vêm recebendo ameaça verbal e de morte por parte de pacientes. Eles cobram mais segurança da Guarda Municipal e rondas da Polícia Militar no local.

Cerca de 90 profissionais compõe o quadro da UBS, que contempla um modelo tradicional e outro de Estratégia Saúde da Família (ESF). Relatos de profissionais revelam o comportamento violento dos pacientes, inclusive os psiquiátricos, principalmente quando há falta de medicamentos para estes. Uma das funcionárias da Unidade disse que já fez vários Boletins de Ocorrência (BOs) acerca do fato para se resguardar. Em uma das situações, o único guarda existente no estabelecimento de saúde teve que entrar na sala de consulta para acompanhar o atendimento devido às ameaças.

“Traficantes rivais que disputam o tráfico de drogas na região determinam o toque de recolher e a Unidade de Saúde tem que ser fechada antes das 17h”, disse um funcionário sem querer se identificar. Outro ponto cobrado pelos profissionais foi a ausência de guardas municipais no período da tarde. “Só temos um guarda que fica pela manhã”, frisou.

Eles querem ainda que o estacionamento da UBS seja restrito apenas para os funcionários. Já que houve caso em que uma médica foi abordada por um paciente e ameaçada.

Coagidos pela insegurança, profissionais da saúde pediram o apoio do Sindicato dos Enfermeiros (Sineal), Sindicato da Saúde (Sindsaúde) e Conselho dos Odontólogos, para cobrar providências urgentes. Um documento com a demanda será encaminhado para a Secretaria de Segurança Pública, Conselho Municipal de Saúde (CMS) e Secretaria Municipal de Saúde (SMS) com as reivindicações das categorias.

Tribunahoje

25/10/16

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *