Após quatro anos, aeroporto Zumbi dos Palmares recebe fingers

Sedetur atuou como um catalisador do processo para solucionar o problema da falta de pontes de embarque

a06b506b99382bfe446d3a867be03ea5_lAo todo, o Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares recebeu quatro fingers, com capacidade para mais 11 posições remotas(Fotos: Jonathan Lins)

Como forma de promover o desenvolvimento econômico e o fortalecimento do turismo, dentro da proposta de construção de uma nova Alagoas, o Governo do Estado comemorou a instalação das novas pontes de embarque do Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, nesta quinta-feira (29). A ausência dos fingers era um problema antigo, que se tornou uma prioridade na atual gestão.

A solenidade de inauguração contou com a presença do ministro de Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella Lessa, que, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) e Infraero, possibilitou a vinda dos quatro novos equipamentos de embarque e desembarque de passageiros.

 0929_helder

“São quatro fingers, vindos de Florianópolis, com capacidade para mais 11 posições remotas. Esse número atende à demanda do aeroporto e possibilita o desenvolvimento do segmento do turismo e da cadeia produtiva como um todo. Essa é uma conquista que vinha sendo cobrada há tempos e contou com a união de forças entre o Governo do Estado e todos os atores envolvidos na concretização do projeto”, ressaltou o ministro Maurício Quintella.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Helder Lima, as pontes de embarque foram reativadas em um momento ideal, dada a aproximação da alta temporada e a chegada de novos voos para o Estado.

“Apesar da crise, a expectativa é que teremos uma grande alta temporada. Agora, o voo que ligava Buenos Aires a Maceió passou a ser direto, sem conexões em Salvador. Durante a 44ª Feira da Associação Brasileira de Agentes de Viagens ABAV, em São Paulo, conseguimos mais quatro novos voos, partindo de Cuiabá, Belo Horizonte, Porto Alegre e Campinas. Além disso, estamos prospectando mais 40 voos para a alta temporada e, com a chegada dos fingers, temos a oportunidade de receber o turista e também o alagoano, de maneira mais confortável e segura”, afirma Helder Lima.

Mais investimentos

Maurício Quintella afirmou, ainda, que, em 2017, Alagoas terá o terceiro maior orçamento para construção de obras viárias, e que em 2018 serão destinados R$ 100 milhões para o Porto de Maceió.

“Teremos a manutenção da BR-316 e rodovias que levem o povo do Alto Sertão alagoano para a região pernambucana. Vamos tirar o isolamento de Canapi e Inhapi, construindo vias que levem aos municípios. Além disso, vamos abrir a passagem do Porto, para que possamos receber grandes embarcações, o que trará grande impacto econômico para o Estado”, completou o ministro.

Andressa Alves – Agência Alagoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *