Mundial Sub-20: Estádio Rei Pelé é um dos candidatos a sediar os jogos internacionais

Passando por uma série de melhorias promovidas pelo Governo de Alagoas, através da Secretaria de Estado do Esporte, Lazer e Juventude (Selaj), o Estádio Rei Pelé poderá receber uma competição internacional. No último domingo (15), uma comissão formada por integrantes da FIFA vistoriou a maior praça esportiva de Alagoas, com vista a realização do Campeonato Mundial de Futebol Sub-20, que deverá acontecer em 2021. O Brasil é o principal candidato a sediar o evento.

A comissão de vistoria é composta por dois representantes da FIFA, que conheceram as dependências do Estádio. A secretária do Esporte, Lazer e Juventude, Claudia Petuba, destacou a possibilidade de Alagoas sediar uma competição internacional.

“O Rei Pelé, um estádio que tem história, vem passando por uma série de melhorias. Uma competição deste nível viria a presentear o torcedor. Além disso, Alagoas, que já é considerado um destino de viagens, teria potencializados à economia e o turismo”, frisou Claudia Petuba.

Responsável pela organização do Mundial Sub-20, a FIFA avalia todos os espaços da praça esportiva. No Rei Pelé, foi dada atenção especial para as áreas de jogo, torcida, convidados e imprensa.

O secretário Executivo do Esporte, Lazer e Juventude, Charles Hebert, avaliou como positiva a visita dos representantes da entidade máxima do futebol brasileiro. “Antes de tudo, é uma grande honra receber representantes da FIFA aqui no Rei Pelé. O Brasil, que tem recebido grandes eventos nos últimos anos, segue como ponto de referência para o futebol internacional, e Maceió pode entrar nessa rota. Vamos seguir o ritmo de trabalhos aqui no Rei Pelé e torcer para que o Brasil possa ser a sede do Mundial Sub-20 e nossa capital venha a receber os jogos”, disse.

Nenhuma avaliação prévia será divulgada, já que a visita é um procedimento normal para os países candidatos a receberem competições organizadas pela FIFA.

Além de o Brasil, são candidatos a receber a competição, em 2021, a Indonésia e o Peru. Presidente da Federação Alagoana de Futebol (FAF), Felipe Feijó, que esteve recentemente chefiando a delegação da seleção Sub-17 durante amistosos em Londres, na Inglaterra, reforçou a torcida pela escolha do Brasil e de Maceió para ser sede da competição.

“Estive em Londres, recentemente, e discutimos essa possibilidade. Em nível nacional, o Estádio já está na rota dos grandes clubes. Os nossos esforços direcionam agora para uma competição internacional”, avaliou.

A FIFA anunciará o país-sede do Mundial Sub-20 2021 em outubro, durante evento na China. Vale lembrar que o país vai receber outra grande competição, ainda em 2019, o Mundial Sub-17, em Goiânia e Vitória e no Distrito Federal.

Também participaram da visita, o representante da Selaj e superintendente do Estádio Rei Pelé, Thiago Bomfim, e os diretores da FAF, Junior Beltrão e Luciano Sampaio.

Ascom – 17/09/2019